14 de janeiro de 2013

6 por 1: Livros sobre o Movimento Punk Rock

O ''6 por 1'' é uma coluna onde listarei seis bandas, livros, artistas, pessoas, filmes unidos por algo em comum: seu gênero literário, estilo musical, cidade de origem ou temática.

Para dar o pontapé inicial escolhi aquilo que mais gosto: livros! Seis títulos que giram em torno do Punk Rock.
Reprodução. As capas foram retiradas daqui.
Infelizmente não li nenhum dos livros, as informações que serão apresentados aqui baseiam-se em sinopses das respectivas obras, elas estão em itálico e entre aspas. 

Mate-me por Favor - Uma história sem Censura do Punk, de Legs McNeil e Gillian McCain possui dois volumes e aqui é editado pela L&PM Pocket.
Não é um livro difícil de achar, em qualquer livraria e banca de jornal você pode encontrá-lo. Nunca encontrei nenhum dos volumes por menos de 22 reais... Mas a qualidade do material - até mesmo eu que não li não posso negar - é boa. 
Os autores, Legs McNeil e Gilliam McCain, apresentam a história do que denominou-se punk através de entrevistas. ‘’Mate-me, por favor é uma história oral que possui todo o ritmo narrativo e a excitação de um romance.’’
No início da sinopse, já sabemos a dimensão do que nos será contado: ‘’Esta é a história definitiva e nunca antes contada sobre os anos 70 e a Blank Generation. Narrando o nascimento do que hoje se chama punk, desde a Factory de Andy Warhol até o Max's Kansas City nos anos 60 e 70, chegando ao Reino Unido nos anos 80’’.
Volumes 1 e 2
Entre os anos de 2004 (ou seria 2005?) assisti um documentário sobre o movimento punk em que ele percorria toda a sua história... E é claro que eu fiquei chocada ao descobrir como tudo aquilo havia iniciado.
Quando soube desse livro, lembrei-me automaticamente daquele documentário.
‘’Fluentemente, construído a partir de um coro de vozes, ‘’Mate-me, Por Favor’’ é uma história oral que possui todo o ritmo narrativo e a excitação de um romance.
Em centenas de entrevistas com todos os personagens originais, incluindo Iggy Pop, Patti Smith, Dee Dee e Joey Ramone, Debbie Harry, Nico, Wayne Kramer, Danny Fields, Richard Hell e Malcolm MacLaren, penetra-se nos camarins e nos apartamentos para reviver o que começou nas entranhas de Nova York como uma pequena cena artística e se tornou um verdadeiro momento revolucionário da música.
‘’Mate-me, Por Favor começa quando o CBGB’s e o Bowery eram uma legítima terra de ninguém; revive os dias de glória do Velvet Underground, Ramones, MC5, Stooges, New York Dolls, Television e Patti Smith Group e disseca a ‘’morte do punk’’ quando este se torna manchete de jornais e uma nova onda para retardatários.''

Publicado em 1992 nos Estados Unidos e escrito por Craig O'Hara, ‘’A Filosofia do Punk — Mais do que Barulho é o primeiro livro escrito por um participante da comunidade punk norte-americana a refletir profundamente sobre os princípios, crenças e contradições do movimento em seu viés político e social.’’
Pela sinopse, eu compraria esse livro AGORA, aparentemente esse livro ‘’é leitura fundamental para compreender um dos fenômenos mais duradouros e influentes da cultura popular, quase sempre pouco conhecido e mal interpretado. Tratando de temas como mídia, skinheads, anarquismo, questões de gênero, vegetarianismo, ecologia e ação direta, entre outros. ’’
É-nos prometido: ‘’uma visão não distorcida e abrangente daquele que talvez seja o mais importante movimento musical popular dos últimos 25 anos’’.  
Imaginem uma pessoa empolgada em poder comprar um livro. Essa pessoa tem rosto, sou eu!
Infelizmente segundo informações no site da Editora Radical Livros que o trouxe para o Brasil em 2005, não existem mais exemplares disponíveis para a venda da primeira edição... Calma, calma! A segunda edição está prevista para 2013, agora quando... vou entrar em contato e me informar! 
Questão de honra ler esse livro agora J

Movimento punk na cidade: A Invasão dos Bandos Sub de Janice Caiafa publicado em 1989 pela editora Jorge Zahar ‘’realiza a especificidade do trabalho antropológico em que o conhecimento de uma prática social concreta se dá pela convivência mesma com o grupo, uma experiência com ele.’’.
A frase da Isto É ao final da sinopse me fez ficar com vontade de lê-lo: "Um estudo pioneiro que analisa os 'punks' e suas formas de resistência na sociedade.", mas infelizmente, segundo o próprio site da editora é um livro que está esgotado e fora de catálogo.
Sorte daqueles que o acharão em algum sebo ou uma versão em PDF pela rede, estou inclusa nesse time.
‘’Os bandos sub nomadizam por vastas áreas da cidade, longínquas e suburbanas, impondo um protesto e insistindo numa força que inclui a própria precariedade como meio de ação. Sua sedução vem da velocidade com que acionam todos esses signos: o negro, a emblemática, o som, a dança – num exercício que aproveita a oportunidade para produzir efeitos locais de interferência’’

Punk: anarquia planetária e a cena brasileira: Anarquia planetária e a cena brasileira, escrito em Silvio Essinger e publicado em 1999 pela Coleção Todos os Cantos da Editora 34... está esgotado no fornecedor. 
Cara, essa postagem está parecendo a volta dos morto-vivos. Apenas  livros esgotados ou  fora de catálogo. Deprimente. 
Enfim, ela será finalizada e eu espero que um dia posso encontrar esses livros. 
A sinopse do livro resume-se a uma frase: ''A trajetória do movimento que varreu os palcos do mundo a partir de 1975.'' Seguido pelo seguinte comentário: "Punk: anarquia planetária e a cena brasileira é uma grande reportagem, sem recorrer a blablablás teóricos. Para ler numa sentada." (Nelson Sato, Folha de Londrina). 
É, e o livro está esgotado. Legal.

O Diário da Turma 1976-1986: A História do Rock de Brasília, de Paulo Marchetti, consta como indisponível no site da Editora Conrad. 
É um livro que falará sobre o rock brasileiro, a cena rock que nasceu na cidade de Brasília entre 1976 e 1986 e a turma, em questão, influenciada pelo movimento punk. As bandas que surgiram desse período foram: Legião Urbana, Capital Inicial, Plebe Rude, Raimundos, entre outras.
''Este livro faz uma apresentação completa sobre a cidade de Brasília e o nascimento de diversas bandas de rock, que tornaram-se famosas e continuam sendo cultuadas até os nossos dias.''

Enterrado Vivo - Identidade Punk E Território Em Londrina, de  Necio Turra Neto, publicado pela Editora UNESP: ''originalmente uma dissertação de mestrado que utilizou uma metodologia científica da observação participante para conhecer o cotidiano do universo punk da cidade paranaense de Londrina, no ano 2000.''.
Momento em que Maura para tudo e pensa: 
''Se esse livro não estiver disponível para a venda, eu excluo tudo o que já escrevi aqui...''.
Aham, ele está disponível, sim! Na Estante Virtual, Livraria Cultura e Livraria da Folha. #MauraComemora.
Então, sobre o que falará Enterrado Vivo? Ó a sinopse:  ''As formas de expressão dos Punks, as maneiras como articulam a anarquia e rebeldia juvenil, a atmosfera e o estado de espírito de seu universo e as formas como vêem a sociedade e são vistos por ela são alguns dos temas focados neste livro''.

Próximas compras: Os dois volumes de Mate-me, Por Favor Enterrado Vivo

Essa foi a primeira postagem dessa coluna, já tenho ideias para as próximas e prometo que se for escolher livros, novamente, serão títulos que estejam disponíveis para a aquisição. 

Beigos!

6 comentários:

  1. Olá Maura,
    gostei do novo espaço e principalmente do tema, conheço pouco, pouco mesmo, mas me interesso muito.

    Achei os livros selecionado legais, porém tem um que me chamou muito a atenção: - A Filosofia do Punk — Mais do que Barulho - Só a sinopse já deixou-me com muita vontade de lê-lo, principalmente este trecho: "é leitura fundamental para compreender um dos fenômenos mais duradouros e influentes da cultura popular, quase sempre pouco conhecido e mal interpretado. Tratando de temas como mídia, skinheads, anarquismo, questões de gênero, vegetarianismo, ecologia e ação direta, entre outros. ’’
    Enfim, gostei do texto do assunto, e do espaço.
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, A!
      OBAAAAAA!
      Esse A Filosofia do Punk já virou queridinho antes de ser lido por mim! Assim que for lançado a segunda edição vou comprá-lo e te empresto :)

      Beigos!

      Excluir
  2. alguem sabe alguma noticia sobre a segunda ediçao do livro A filosofia do punk ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dei uma olhada no site da Radical Livros e ele, aparentemente, está esgotado por que como o pessoal informa todos os livros que estão em estoque para venda aparece na página dele o link para efetuar a compra, no de "A filosofia do punk", não. Acho que se lançaram a segunda edição, esgotou de novo.
      Vou mandar outro e-mail perguntando, se quiser o contato é esse: radical@radicallivros.com.br.

      Excluir
  3. Respostas
    1. Ih, eu não tenho nenhum desses livros apresentados no post, e eu também só presenteio com livros pessoas que conheço, rs.

      Excluir

Obrigada pelo comentário ^^

Respondo todos (ou quase todos) os comentários nesse mesmo espaço.
E assim que possível, retribuo a visita em seu blog/site ou te pago um café na padaria mais próxima!
Marque a opção "Notifique-me" para saber quando seu comentário for respondido e não esqueça de deixar o link do seu blog/site para eu visitar depois!

Beijos,
Maura C. Parvatis!